CRN-8 participa do debate para criação de Políticas Públicas em Londrina

CRN-8 participa do debate para criação de Políticas Públicas em Londrina

A presidente do Conselho Regional de Nutricionistas do Paraná (CRN-8), Cilene da Silva Gomes Ribeiro, participou de uma reunião pública que teve como tema a criação de Políticas Públicas para prevenção de doenças crônicas e degenerativas no Sistema Único de Saúde. O evento aconteceu na semana passada na Câmara Municipal de Londrina.

            Cilene ressaltou que a alimentação adequada é um caminho para a prevenção e destacou que 54,7% das mortes no Brasil em 2019 foram causados por doenças crônicas não-transmissíveis, como câncer, doenças cardiovasculares e diabetes, se referindo a dados do Ministério da Saúde. “De alguma maneira a gente tem sim que pensar em políticas de prevenção. Outra coisa que queria reforçar é que, pelos dados do SUS (Sistema Único de Saúde) de 2018, o Brasil gastou R$ 3,4 bilhões com hipertensão, diabetes e obesidades. São dados muito significativos”, afirmou Cilene.

            No evento estavam presentes também profissionais de saúde e educação física, de conselhos de classe, conselhos municipais, universidades e órgãos públicos. O evento foi organizado pela Comissão de Defesa dos Direitos e Bem-Estar da Pessoa Idosa, formada pelos vereadores Lu Oliveira, Eduardo Tominaga, e Beto Camabará. Além dos convidados presentes, o evento foi transmitido pelo Youtube e Facebook.

            A presidente da comissão vereadora Lu Oliveira (Republicanos) defendeu que, o SUS possa ofertar serviços de prevenção a doenças como a hipertensão arterial e diabetes tipo 2, principalmente em idosos.

            “Essas doenças poderiam ser prevenidas, existem tantas outras doenças que poderiam ser evitadas, e quando não são acabam evoluindo e aumentam os custos de internações. Segundo dados do Ministério da Saúde, a internação de um idoso custa 30% a mais para o SUS, do que de um adulto com idade entre 25 e 59 anos. Essa conta vai aumentar e vai exigir investimentos para que o SUS se adapte ao novo perfil da população brasileira”, ressaltou.

            A secretária municipal do Idoso de Londrina, Andrea Bastos Ramondini Danelon, relata que 18% da população londrinense está acima dos 60 anos. Andrea diz que já existe na cidade uma política pública para os idosos, porém ainda tem muito que se avançar. Um exemplo que ela cita é os Centros de Convivência dos Idosos (CCIs) que possui atividades de prevenção a doenças.

            “A gente faz a prevenção, porque os centros de convivências não deixam de fazer prevenção com atividades físicas, atividades cognitivas e todas as ações, mas a gente também trabalha com aquele idoso que já está doente”, afirma a secretária.

Conselho Nacional de Educação aprova novas Diretrizes Curriculares Nacionais dos cursos de Nutrição

Texto das novas Diretrizes Curriculares Nacionais dos cursos de nutrição é aprovado pelo CNE

Atualização visa alinhar a formação de nutricionistas às necessidades contemporâneas da profissão

Com assessoria do CFN

No dia 3 de julho, durante a reunião ordinária da Câmara de Educação Superior do Conselho Nacional de Educação (CNE), foi aprovado por unanimidade o texto das novas Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN) dos Cursos de Nutrição bacharelado. Este é um marco significativo na atualização das DCN, que estabelecem os princípios, fundamentos e finalidades que regem a formação de nutricionistas e orientam o desenvolvimento de competências em suas diversas áreas de atuação profissional. As diretrizes aprovadas são aplicadas nacionalmente no planejamento, desenvolvimento e avaliação dos Projetos Pedagógicos do Curso (PPC).

A versão apresentada e aprovada passou por consulta pública entre março e abril de 2024, refletindo um esforço colaborativo para alinhar o ensino de Nutrição às necessidades contemporâneas da profissão e às expectativas da sociedade. O Conselho Federal de Nutricionistas (CFN) expressa sua gratidão a todos que contribuíram, especialmente à Comissão Especial e Transitória de Revisão das Diretrizes Curriculares Nacionais de Nutrição (CET-DCN), que trabalha desde 2020 neste processo.

As novas DCN seguirão agora os trâmites internos para sua publicação pelo CNE.

Histórico do Processo:

  • 2020: Instituição da Comissão Especial e Transitória de Revisão das Diretrizes Curriculares Nacionais de Nutrição (CET-DCN) pelo CFN, responsável por elaborar a proposta de revisão das DCN dos cursos de Graduação em Nutrição, a ser apresentada ao Conselho Nacional de Saúde (CNS) e ao CNE.
  • 2021: Envio da proposta ao CNS.
  • 2022: Aprovação da proposta pelo CNS (Resolução CNS nº 704, de 20 de outubro de 2022) e envio da proposta ao CNE.
  • 2024: Realização da consulta pública para as Diretrizes Curriculares Nacionais dos cursos de graduação em Nutrição bacharelado. Análise das contribuições pelo CFN e envio à Câmara de Educação do CNE. Aprovação da proposta pela Câmara de Educação do CNE (Parecer 445/2024).

A proposta passará ainda pela revisão técnica antes da publicação da respectiva súmula no Diário Oficial da União. Assim que publicada, a súmula estará disponível para consulta no site do CNE.

Presidente do CRN-8 é eleita secretária do FCras

Presidente do CRN-8 é eleita secretária do Fórum dos Conselhos Regionais da Área da Saúde

A nutricionista e presidente do Conselho Regional de Nutricionista do Paraná (CRN-8) Cilene da Silva Gomes Ribeiro foi eleita secretária do Fórum dos Conselhos Regionais da Área da Saúde (FCras). Na reunião realizada na semana passada na sede do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Crefito-8), em Curitiba, foram definidos os novos representantes do Fórum.

A coordenação do FCras ficou sob responsabilidade do presidente do Crefito-8, Bruno Gil Aldenucci e o presidente do Conselho Regional de Educação Física, Gustavo Brandão foi escolhido como vice-coordenador.

“O Fórum fortalece as pautas mostrando a necessidade da população. Devemos ter mais debate para ter mais voz e força, levantando pautas administrativas, técnicas e sociais”, ressalta Cilene.

            O FCras realiza encontros mensais com os representantes de todos os Conselhos de Saúde do Paraná. No período da pandemia o Fórum teve papel importante, sendo extremamente ativo e conseguindo importantes audiências com o Ministério Público. Entre suas conquistas, destacou-se a priorização da vacinação para profissionais de saúde e o apoio aos profissionais de enfermagem que estavam na linha de frente e sofreram grandes sobrecargas de trabalho.

O presidente do Crefito-8, Aldenucci, enfatizou a importância do Fórum na fiscalização e na troca de expertises entre os conselhos. “Nosso grande objetivo é trabalhar pelas conquistas das profissões. A união dos conselhos proporciona uma grande harmonia com nosso conselho federal, fortalecendo nossa representatividade e sensibilizando o poder público”, afirmou.

Estiveram presentes no evento:

Crefito-8

Bruno Gil Aldenucci

Cref-9

Emanuelle H. Stutz

CRN-8

Cilene Ribeiro

COREN-PR

Gisele B. Zanlorenzi

CRP-PR

Andrey Santos Souza

CREFONO-3

Talita Todeschini

CREF-9

Eduardo Stremel

Fernando Priess

CRBIO-7

Vinicius Abilhoa

CRMV-PR

Rafael Stedile

CRBM-6

Thiago Massuda

PRÊMIO MILA 2024

PRÊMIO MILA 2024

Confira o regulamento do Prêmio Maria Emília Daudt von der Heyde de 2024:

REGULAMENTO

CAPÍTULO I

DA INSTITUIÇÃO DO PRÊMIO MARIA EMÍLIA DAUDT VON DER HEYDE

O Prêmio Maria Emília Daudt von der Heyde foi instituído em 2020 pelo Conselho Regional de Nutricionistas da 8ª Região em homenagem à Nutricionista que dá nome ao Prêmio, por sua participação ativa na luta pelo reconhecimento da classe.

Maria Emília presidiu o CRN-8 na gestão 2015-2018. Também foi professora do Departamento de Nutrição da UFPR e a 1ª doutora em Nutrição do Paraná, sendo a 1ª mulher a ser Diretora do Setor de Ciências da Saúde da UFPR. Ocupou o cargo de assessora especial do gabinete da reitoria no período de 2008 a 2016. Além disso, foi diretora-secretária do Conselho Federal de Nutricionistas.

Foi uma das personalidades mais atuantes na formação do CRN-8, estando ativa desde o seu início, em 2006, quando era conselheira do CFN.

Mila foi atuante na defesa das políticas públicas referentes à nutrição e à alimentação, defendendo a valorização da categoria e sempre lutando pela segurança e soberania alimentar, conscientizando a população, parlamentares e administradores públicos sobre a importância do trabalho do nutricionista na promoção da saúde. Em 2016, recebeu a homenagem pelos 10 anos do CRN-8, prestada pela Câmara Municipal de Curitiba, e, em 2017, esteve na Assembleia Legislativa do Paraná, quando foram comemorados os 50 anos de regulamentação da profissão no Brasil.

Deixou um legado de realizações, dedicando se às causas da nutrição e foi fundamental para o engrandecimento da profissão.

DO OBJETIVO

Reconhecer, incentivar e dar visibilidade aos Nutricionistas regularmente inscritos no Conselho Regional de Nutricionistas da 8ª Região.

DA MODALIDADE

A premiação ocorrerá na modalidade Nutricionista Homenageado.

CAPÍTULO II

DAS INDICAÇÕES

A indicação dos nomes ocorrerá em reunião Plenária, a qual cada Conselheiro poderá indicar um nutricionista.

O Plenário do CRN-8 escolherá um Nutricionista de grande relevância para a categoria, que tenha se destacado pela defesa dos interesses da profissão para recebimento do Prêmio.

DOS CRITÉRIOS PARA INDICAÇÃO

Poderá receber o Prêmio qualquer Nutricionista que esteja devidamente inscrito e em situação regular (cadastral e financeira) com o CRN-8 e que não tenha sofrido nenhuma penalidade disciplinar ou de infração nos últimos 5 (cinco) anos ou que não possua processo disciplinar ou de infração em tramitação.

Não poderão participar da indicação nutricionistas que sejam Conselheiros (Regional ou Federal), Membros de Comissões, Câmaras Técnicas e Membros de Grupos de Trabalho; Nutricionistas que tenham vínculo trabalhista com o Sistema CFN/CRN e Nutricionistas que já tenham recebido o prêmio em edições anteriores.

CAPÍTULO III

DA DIVULGAÇÃO

A divulgação do resultado do Prêmio Maria Emília ocorrerá nas redes sociais, sítio eletrônico institucional e por meio de e-mail marketing do CRN-8. Também será divulgado por instituições parceiras ligadas à área de Alimentação e Nutrição.

CAPÍTULO IV

DA PREMIAÇÃO

O Prêmio Maria Emília Daudt von der Heyde consiste na entrega de um título de reconhecimento ao Nutricionista.

A data da premiação será em comemoração ao dia do nutricionista a ser divulgada posteriormente.

Evento homenageia os TNDs do Paraná

Evento homenageia os TNDs do Paraná

O Conselho Regional de Nutricionistas do Paraná (CRN-8) realizou uma programação especial para celebrar o Dia do de Técnico de Nutrição e Dietética, comemorado em 27 de junho. O evento “Mercado de Trabalho e Novas Perspectivas: área de atuação do TND e o que se projeta para o futuro” aconteceu na sala de reuniões Praça San Marco do Shopping Itália, em Curitiba. O evento foi transmitido simultaneamente para a Delegacia de Londrina. Atualmente, 426 TNDs estão inscritos no CRN-8 – destes, 233 estão com situação cadastral ativa.

            O evento contou com a presença da Presidente do Sindicato do Técnico em Nutrição e Dietética de São Paulo (Sintenutri), Maria de Lourdes, com a presidente do CRN-8, Cilene Ribeiro, e com a profissional Patrícia de Araújo.

Durante a abertura do evento, Cilene destacou a importância da aprovação do projeto de lei que regulamenta a profissão de TND em cenário nacional. “Um dos pontos bem significativos é que fica assegurada a participação de um representante dos TNDs junto aos Conselhos Regionais”, ressalta a presidente.

De acordo com o PL, os técnicos em Nutrição e Dietética devem atuar no treinamento de pessoal em serviços de alimentação, no acompanhamento da produção de alimentos e na supervisão do trabalho da equipe de cozinha. Os TNDs podem ainda fazer parte de grupos destinados à pesquisa na área e ao acompanhamento da produção e industrialização de alimentos.

O projeto também estabelece que a designação e o exercício da profissão são privativos daqueles com diploma expedido por escolas de nível médio ou de curso profissionalizante de técnico em Nutrição e Dietética. O exercício profissional dos técnicos deve ter supervisão de um nutricionista, que devem estar inscritos no Conselho Regional de Nutricionistas (CRN) de sua respectiva área de atuação.

Experiências

Maria de Lourdes, que preside o Sintenutri, compartilhou suas experiências profissionais à frente do sindicato paulista. Ela relatou como a entidade sindical funciona e visa assegurar os direitos trabalhistas da categoria. O Sintenutri é o primeiro sindicato instituído em território nacional para representar os TNDs.

“Celebrar o Dia do TND é celebrar a saúde. Com a regulamentação da categoria, vamos estar mais fortes no mercado de trabalho. As pessoas vão conhecer mais a categoria”, afirma. “O nascimento do Sindicato em São Paulo nasceu com o propósito de representar a categoria e de estar próximo à categoria. Como somos o primeiro sindicato dos TNDs no Brasil funcionamos como um modelo para que sejam implantados outros sindicatos nos demais estados”, complementa.

Já a Técnica Patrícia de Araújo, que está atualmente à frente de uma empresa do ramo de produção de alimentos, contou sobre suas experiências profissionais no mercado de trabalho. “O técnico tem suas habilidades e competências dentro do ramo. A regulamentação ajudará a abrir mercado de trabalho para quem se formou ou está se formando’, avalia.

            Além do evento, o CRN-8 veiculou uma campanha na TV do Ônibus em Curitiba e na Rádio T de Londrina, Curitiba e Ponta Grossa a fim de enaltecer o papel desempenhado pelo profissional de TND na sociedade.

O Técnico em Nutrição e Dietética é um profissional fundamental na promoção, manutenção e recuperação da saúde individual e coletiva. O TND pode atuar em diversas áreas, tais como: alimentação coletiva, restaurantes, nutrição clínica, saúde pública, em indústrias e comércio de alimentos. É o TND que contribui para garantir a qualidade e a segurança alimentar. O profissional também pode participar de pesquisas e estudos relacionados à sua área de atuação.

Transmissão ao vivo do evento para a Delegacia de Londrina

CRN-8 realiza evento para o Dia do TND

CRN-8 realiza evento para o Dia do TND

O Conselho Regional de Nutricionistas do Paraná (CRN-8) vai realizar uma programação especial para celebrar o Dia do de Técnico de Nutrição e Dietética, comemorado em 27 de junho em todo o território nacional. O evento “Mercado de Trabalho e Novas Perspectivas: área de atuação do TND e o que se projeta para o futuro” vai acontecer a partir das 19 horas no auditório de reuniões da Praça San Marco do Shopping Itália, em Curitiba. Atualmente, 426 TNDs estão inscritos no CRN-8 – destes, 233 estão com situação cadastral ativa.

            O evento terá a presença da Presidente do Sindicato do Técnico em Nutrição e Dietética de São Paulo (Sintenutri), Maria de Lourdes, que irá abordar sobre o mercado de trabalho e qual é a importância de ter uma entidade sindical para a categoria.    

            A presidente do CRN-8, Cilene Ribeiro, também estará presente para destacar a importância da aprovação do projeto de lei que regulamenta a profissão de TND. Também participará a profissional de TND Patrícia de Araújo, que irá relatar as suas experiências profissionais. A Delegacia de Londrina também irá realizar a transmissão ao vivo do evento.

            “Esse evento irá ajudar na aproximação entre os profissionais e o Conselho, além de trazer novas perspectivas do mercado de trabalho e debater as prospecções para o futuro”, ressalta Thaynná Tedesco, integrante do Grupo de Trabalho do TND do Conselho.


            A profissional de TND Danielle dos Santos Benedito reforça que “a data comemorativa é muito importante para o reconhecimento da categoria que, desde 1961 vem somando com a saúde coletiva dividindo com nutricionistas a responsabilidade e compromisso na saúde, visando a alimentação saudável e segura para os comensais e pacientes”.

            O Técnico em Nutrição e Dietética é um profissional fundamental na promoção, manutenção e recuperação da saúde individual e coletiva. O TND pode atuar em diversas áreas, tais como: alimentação coletiva, restaurantes, nutrição clínica, saúde pública, em indústrias e comércio de alimentos. É o TND que contribui para garantir a qualidade e a segurança alimentar. O profissional também pode participar de pesquisas e estudos relacionados à sua área de atuação.

            Além do evento, o CRN-8 veiculou uma campanha na TV do Ônibus em Curitiba e na Rádio T de Londrina, Curitiba e Ponta Grossa a fim de enaltecer o papel desempenhado pelo profissional de TND na sociedade.

Aprovada regulação da profissão de técnico em nutrição e dietética

Aprovada regulação da profissão de técnico em nutrição e dietética

O Plenário do Senado Federal aprovou nesta quarta-feira (19) um projeto de lei que regulamenta a profissão de técnico em nutrição e dietética. O PL 4.147/2023 será encaminhado à sanção presidencial.

Os técnicos atuarão nos treinamentos para serviços de alimentação, no acompanhamento da produção de alimentos e na supervisão do trabalho do pessoal de cozinha. Também poderão integrar equipes destinadas à pesquisa na área, bem como grupos de acompanhamento da produção e industrialização de alimentos.

O projeto estabelece que a designação e o exercício da profissão são válidos somente para os portadores de diploma de conclusão do ensino médio. Os técnicos também devem estar regularmente inscritos no Conselho Regional de Nutricionistas da respectiva área de atuação profissional. 

Essa inscrição só será feita mediante comprovação de conclusão de ensino médio e de curso profissionalizante de técnico em nutrição e dietética. O exercício desses profissionais deverá ter supervisão de um nutricionista. A anuidade dos técnicos será a metade do valor da taxa para os nutricionistas.

De autoria da deputada Erika Kokay (PT-DF), o texto (PL 5,056/2013, na origem) foi aprovado com emenda de redação apresentada na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) que altera a expressão “Conselho Regional de Nutricionistas” para “Conselho Regional de Nutrição”, assim como fazem os artigos 7º e 8º em relação à Lei 6.583, de 1978, como forma de evitar dúvida sobre o novo nome dos conselhos profissionais. Também deixa claro que o exercício da profissão de técnico em nutrição e dietética exigirá a conclusão do curso de ensino médio e, também, do curso profissionalizante, e não apenas um ou outro.

Seguindo orientação da Consultoria Legislativa do Senado, o relator do projeto na CCJ, senador Efraim Filho (União-PB), apresentou ajuste redacional ao artigo 4º do projeto, segundo o qual o Conselho Federal de Nutrição será constituído de tantos membros efetivos quanto seja o número de conselhos regionais existentes, e igual número de suplentes.

O projeto já contava também com pareceres favoráveis da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) e da Comissão de Assuntos Sociais (CAS), onde foi aprovado em maio deste ano e seguiu para apreciação do Plenário.

Fonte: Agência Senado

Inverno exige mudanças nos hábitos alimentares

Inverno exige mudanças nos hábitos alimentares

        A estação mais fria do ano chegou. É neste período que muitas pessoas acabam mudando seus hábitos, em especial na alimentação. As temperaturas mais baixas acabam sendo convidativas para uma comida mais quente e mais calórica, como massas, molhos, queijos, caldos, sopas, fondues, frituras, salgados e carnes em geral. Além de bebidas como vinhos, licores, capuccino e chocolate quente. De uma forma geral, é comum o aumento do consumo destes tipos de alimentos durante o inverno.

            Segundo a nutricionista e conselheira do Conselho Regional de Nutricionistas do Paraná (CRN-8) Ana Garcia, nesse período é normal as pessoas sentirem vontade de alimentos quentes e reconfortantes. “Não há quem resista a um bom buffet de sopas e caldos. Eles ajudam a aquecer o corpo e podem ser preparados com uma variedade de vegetais e proteínas, proporcionando uma refeição nutritiva e saudável”. O ideal, segundo ela, é adotar um padrão alimentar equilibrado composto por todos os grupos de alimentos, variando as opções para evitar a monotonia alimentar e, por consequência, as deficiências nutricionais.

            Mesmo com um cardápio diferenciado, não se pode esquecer que é preciso manter o hábito saudável na alimentação, e usar a criatividade na cozinha. “Podemos optar por cremes de mandioquinha, abóbora, um mix de legumes e incluir uma proteína animal ou vegetal. As opções são inúmeras. Usar a criatividade na cozinha, escolher alimentos sazonais e variar ao máximo as receitas ajudam a evitar uma alimentação monótona e a garantir uma dieta equilibrada e nutritiva”, ressalta a conselheira.

            Ela destaca também que neste período é necessário consumir alimentos ricos em vitamina C, como frutas cítricas e verduras de folhas escuras, que poderão fortalecer nosso sistema imunológico.

Além disso, é comum as pessoas beberem menos água durante o frio. “Uma dica valiosa é manter sempre uma garrafinha de água por perto, garantindo uma hidratação constante ao longo do dia. Além disso, incluir chás e infusões na rotina diária pode ser uma excelente maneira de aumentar a ingestão de líquidos, aproveitando os diversos benefícios para a saúde que essas bebidas oferecem”, salienta Ana.

Integrantes do RepresentAção

Profissionais que integram o RepresentAção

Conheça os profissionais selecionados pelo Conselho Regional de Nutricionistas do Paraná (CRN-8) para integrar o programa RepresentAção. O projeto tem o objetivo de ampliar e fortalecer a representatividade dos nutricionistas e técnicos em nutrição e dietética em todas as regiões do Paraná e aproximar a entidade de estudantes, profissionais, instituições de ensino e gestores públicos.

A partir disso, o programa visa aumentar a participação do Conselho junto à sociedade, viabilizar a realização de eventos científicos nas instituições de ensino superior e técnico do estado, ampliar as ações políticas na região e nos canais de comunicação com os inscritos. O RepresentAção objetiva ainda valorizar o nutricionista e técnico em nutrição, incentivando a prática profissional ética, crítica e competente.

O representante participará de reuniões de orientações com o CRN-8, além de encontros virtuais com apresentação do relatório e discussão das ações a serem realizadas. Cada representante ocupará a vaga durante um ano, sendo possível a prorrogação por mais um ano.

NORTE CENTRAL:

Amanda Menon

Nutricionista mestra em ensino, com especialização em nutrição clínica e alimentos funcionais e em segurança alimentar e nutricional.

Área de atuação: Alimentação escolar e docência

SUDOESTE

Ana Cláudia Ferreira

Pós graduada em Residência em Nutrição Cardiovascular pelo HC/UFPR

Área de atuação: Alimentação escolar

NOROESTE

Franciele Câmara

Especialização em Nutrição Clínica ambulatorial e hospitalar. Especializando em Nutrição Clínica no Envelhecimento

Atuação em Instituição de longa permanência para idosos. Atuação em Entidades Assistencial com foco em Nutrição social e alimentação coletiva.

CENTRO-SUL

Ludgero Sangalleti

Formado em 2018, com especialização em Nutrição Clínica no esporte e atividade física.

Mestrando em Ciências Farmacêuticas

OESTE

Clenise Capellani dos Santos

Mestrado e Doutorado em Sociedade, Cultura e Fronteiras pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Área de atuação: Docência. Atualmente atua como Nutricionista Clínica com Nutrição Enteral Domiciliar e Consultoria em Nutrição.

SUDESTE

Bruna Malinoski

Nutricionista formada pela Unicentro em 2016, pós-graduada em Nutrição Clínica e Gestão em Alimentação Coletiva.

Área de atuação: Nutricionista de produção em frigorífico; produção e clínica em Instituição de longa permanência para idosos.

NORTE PIONEIRO

Carla Cristina Druzini

Nutricionista pós-graduada em Saúde e Bem-Estar, além de formação em Administração com Habilitação em Marketing.

Área de atuação: Alimentação Escolar

CENTRO-ORIENTAL

Sabrina Geus

Nutricionista formada pela PUC-PR (2010) com especialização em Nutrição clínica funcional e fitoterapia também pela PUC (2011).

Área de atuação: Nutrição clínica e de produção hospitalar e docência de ensino superior.

Edital de Convocação Concurso Público

Edital de Convocação Concurso Público

EDITAL DE 16 DE MAIO DE 2024


CONVOCAÇÃO DE CANDIDATOS APROVADOS NO CONCURSO PÚBLICO Nº 1/2023


A Presidente do Conselho Regional de Nutricionistas da 8ª Região – CRN-8, no uso de suas atribuições legais, convoca os seguintes candidatos por ordem de cargo, colocação e nome, que receberão por endereço de e-mail e telefonema, informando a data e horário para comparecimento à Sede do CRN-8 situada à Rua Marechal Deodoro, 630, conjunto 203 – Centro Comercial Itália, Curitiba, ou na Delegacia do CRN-8 situada à Rua Dr. Elias César, 55, conjunto 1003 – Edifício City Hall Center, Londrina, munidos de todos os documentos conforme edital de homologação do Concurso Público Nº 01/2023, publicado no Diário Oficial da União de 15 de maio de 2024, à Seção 3, página 147.


Nível Médio
Cargo: Assistente Administrativo Júnior – Curitiba
1º classificado ampla concorrência: GABRIEL MOREIRA GONCALVES


2ª classificada ampla concorrência: BEATRIZ DE JESUS DE OLIVEIRA
BA R R O S

1ª classificada cota pessoa preta ou parda: RUBIA PINHA FERREIRA

Nível Superior
Cargo: Nutricionista Fiscal Júnior – Curitiba
1ª classificada ampla concorrência: GISLAINE JUK SANTOS


Nível Superior
Cargo: Nutricionista Fiscal Júnior – Londrina
1ª classificada ampla concorrência: SUZIMEIRY DA SILVA RODRIGUES


CILENE DA SILVA GOMES RIBEIRO – Presidente do CRN8