A LEITURA DE RÓTULOS E A ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E ADEQUADA

A LEITURA DE RÓTULOS E A ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E ADEQUADA

Saber ler rótulos é essencial para quem deseja ter uma alimentação saudável e adequada

No último trimestre de 2020 a Diretoria Colegiada da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou novas normas para a rotulagem nutricional de alimentos embalados. A medida tem como objetivo melhorar a clareza e a legibilidade das informações nutricionais presentes no rótulo dos alimentos e visa auxiliar o consumidor a realizar escolhas alimentares mais conscientes.   As novas normas devem entrar em vigor até o dia 9 de outubro de 2022.

A nutricionista e conselheira do Conselho Regional de Nutricionistas da 8ª Região – CRN-8 Letícia Mazepa CRN-8 2911 explica que as novas normas surgiram de uma proposta desenvolvida pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) e pesquisadores da Universidade Federal do Paraná (UFPR), fundamentada nas pesquisas científicas e recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS). “A principal mudança será a criação de um painel de informações simplificadas a respeito da composição do produto na parte frontal da embalagem, que indicará se ele contém alta concentração de nutrientes que requerem maior atenção para a saúde humana (como açúcares, gordura trans, gordura saturada, sódio)”.

Outra mudança importante está relacionada à tabela nutricional, como a obrigatoriedade de impressão em letras pretas em fundo branco, e a informação da composição em 100 gramas ou 100 mililitros do produto. “Essas mudanças servem para facilitar a legibilidade das informações, bem como facilitar que o consumidor compare produtos de forma prática para fazer a sua escolha de compra”, explica Letícia.

Importância dos rótulos para as escolhas alimentares

Os rótulos trazem informações importantes para a escolha de uma alimentação adequada e saudável e, de acordo com Letícia, não há como falar de boas escolhas alimentares sem destacar a importância da leitura e interpretação dos rótulos dos alimentos. “A indústria desse setor cresce a cada ano, da mesma forma que aumenta a oferta de produtos com apelos saudáveis para conquistar o consumidor. Mas será que tudo o que compramos e acreditamos serem escolhas melhores, de fato o são? Um exemplo clássico, que nós nutricionistas sempre reforçamos, é a escolha do pão integral. Há uma infinidade de opções nos supermercados que causam dúvidas ao consumidor. Se o pão é integral, o primeiro ingrediente da lista do rótulo deverá ser uma farinha integral, pois os ingredientes estão descritos de forma decrescente – o primeiro ingrediente listado é aquele em maior quantidade no produto.”

Atenção!

É preciso ter muita atenção para ler os rótulos. Letícia conta que uma situação frequente é a publicidade do produto dizer ser elaborado apenas com ingredientes saudáveis, mas quando a lista de ingredientes é analisada, encontra-se uma infinidade de aditivos alimentares (como adoçantes artificiais, corantes e estabilizantes, entre outros). “Nesse caso já vale atentar para uma dica básica: quanto menos ingredientes o produto tiver, melhor! Faça a leitura dessa lista e verifique quantos itens listados você não reconhece como alimentos. Um público que precisa ficar ainda mais atento à leitura dos rótulos são as pessoas que apresentam doenças que requerem alguma restrição na alimentação (como hipertensão, diabetes, obesidade) ou aquelas com alergias e intolerâncias alimentares. A avaliação do rótulo será fundamental para evitar o consumo de ingredientes que devem ser evitados ou, por ventura, excluídos da rotina.”

Saiba mais:

No Brasil, a regulamentação dos rótulos de alimentos é feita pela Anvisa. Essa regulamentação tem como objetivo garantir a qualidade do produto e a saúde da população, por meio de informações adequadas. O rótulo deve conter minimamente as seguintes informações: lista de ingredientes, a tabela nutricional e o prazo de validade.

Quer contribuir para campanhas que visem uma alimentação mais saudável para todos? Acompanhe a Aliança para uma Alimentação Adequada e Saudável em: https://alimentacaosaudavel.org.br/

Compartilhe