CONSELHO DE NUTRICIONISTAS DO PARANÁ APLICOU 28 PENALIDADES EM 2022

CONSELHO DE NUTRICIONISTAS DO PARANÁ APLICOU 28 PENALIDADES EM 2022

No ano passado, o Conselho de Nutricionistas do Paraná (CRN-8) aplicou 28 penalidades a profissionais cadastrados no Conselho que desrespeitaram o Código de Ética e de Conduta do Nutricionista. Essas punições são resultados de processos éticos-disciplinares que tramitaram na entidade.

Os processos éticos-disciplinares são instaurados a partir de denúncias recebidas pelo CRN-8 que apresentem indícios de infração ao Código de Ética. “Todas as denúncias recebidas pelo Conselho são minunciosamente analisadas e checadas. Caso existam indícios de infração ao Código de Ética e Conduta, as devidas providências são tomadas”, explica Carolina Bulgacov Dratch, da Coordenação Técnica da entidade.

A maioria das denúncias recebidas são anônimas ou com solicitação de sigilo. Nesses casos, não há responsabilidade legal de o Conselho informar para quem denunciou os trâmites e os resultados do processo. O CRN-8 também orienta para que todas as denúncias tenham elementos mínimos para análise, como nome completo do denunciado, endereço, descrição dos fatos e provas documentais, como recibos financeiros, prescrições dietéticas e prints de postagens em redes sociais. “A ausência de elementos mínimos dificulta o andamento do processo de apuração de denúncia”, explica Carolina. 

As penalidades ético-disciplinares decorrentes do processo ético-disciplinar são as seguintes: advertência; repreensão; multa equivalente a até 10 vezes o valor da anuidade; suspensão da inscrição e proibição do exercício profissional pelo prazo de até três anos; ou cancelamento da inscrição e proibição do exercício profissional. Todo processo ético-disciplinar tramita em sigilo.

“O fato de haver alguma punição ao profissional que infringiu a ética da profissão demonstra que o Conselho cumpre com a sua finalidade e está atuante e atento a essas questões. Afinal, o nutricionista é um profissional da saúde e tem como dever pautar a sua atuação em defesa do direito à saúde, do direito humano à alimentação adequada e da segurança alimentar e nutricional da sociedade”, salienta Carolina. Em média, os processos éticos-disciplinares levam de 12 a 18 meses para serem tramitados no CRN-8.

CONSELHO DE NUTRICIONISTAS DO PR APRESENTA TRABALHOS EM CONGRESSO NACIONAL

CONSELHO DE NUTRICIONISTAS DO PR APRESENTA TRABALHOS EM CONGRESSO NACIONAL

Evento acontece de 4 a 7 de outubro em Maceió

O Conselho de Nutricionistas do Paraná (CRN-8) estará presente no XXVII Congresso Brasileiro de Nutrição (Conbran), evento que já se consolidou como um dos maiores da área na América Latina, entre os dias 4 e 7 de outubro em Maceió, capital de Alagoas. O CRN-8 apresentará dois trabalhos no evento. O primeiro aborda o tema teleconsulta e o segundo trata do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

         O artigo “Teleconsulta na nutrição em tempos de Covid-19”, escrito por Julisse Klemtz Wagner, Alessandra Carvalho Roncaglio e Carolina Bulgacov Dratch, atesta que cerca de 80% das nutricionistas entrevistadas para o trabalho aderiram ao atendimento remoto. “Apesar de ser uma medida de caráter excepcional, é um modelo que poderá ser mantido. Para isso, é essencial contar com recursos tecnológicos adequados, que garantam a segurança e a eficiência do atendimento”, conclui o artigo.

No entanto, as autoras destacam a dificuldade de fiscalizar o exercício profissional neste modelo de atendimento, o que leva necessidade de se aprimorar os métodos e instrumentos de fiscalização.

NAS ESCOLAS

         Já o trabalho “Atendimento ao critério de universalidade do Programa Nacional de Alimentação Escolar durante a pandemia de Covid-19 e de suspensão das aulas presenciais no Estado do Paraná”, das autoras Fabíola Machado Brandão, Nayara Nunes Medeiros e Emiria Nakano, buscou verificar o critério de universalidade do atendimento aos alunos matriculados na rede pública de educação básica no Paraná em relação ao recebimento de gêneros alimentícios durante a pandemia.

“Dos 252 municípios avaliados, 39,6% contemplaram todos os alunos para entrega de gêneros alimentício”, aponta o estudo.

O CONGRESSO

         A edição 2022 do Conbran tratará da Segurança Alimentar e Nutricional. A fome disparou em vários continentes e políticas públicas com respostas rápidas são cada vez mais urgentes. Dentro deste cenário, é preciso estabelecer um debate consequente sobre a Alimentação e Nutrição, em uma perspectiva crítica que exige visão ampliada para as diferentes fases da vida.

         Mais informações no site: https://conbran.com.br/

Representantes do CRN-8:

Alessandra Roncaglio – nutricionista fiscal 

Nayara Nunes – nutricionista fiscal 

Julisse Wagner – coordenadora do setor de fiscalização 

Carolina Bulgaov Dratch – coordenadora técnica

Thatielly Garcia – conselheira, vice-presidente e coordenadora das comissões de ética e de licitação do CRN-8 

Leticia Mazepa – conselheira, secretária, membro da comissão de formação profissional, coordenadora da comissão de comunicação do CRN-8